Saltar os Menus

Fundos e Coleções

Um conjunto de documentos produzido por uma entidade pública ou privada no exercício da sua actividade constitui um fundo. Ao Arquivo recolhem todos os documentos produzidos ao longo dos séculos pelas instituições da administração central e local que no distrito exercem a sua actividade e, também, de instituições ou serviços cessantes, bem como outros documentos que, por compra, oferta ou depósito, se reconheça ser conveniente a sua recolha.

Ao abrigo da lei, são obrigatoriamente incorporados os livros de registos paroquiais, a documentação dos cartórios notariais, a dos tribunais e a de outros serviços do Estado. Um vasto e variado conjunto documental, produzido pelo Governo Civil do distrito de Viseu, foi transferido para o Arquivo. A extinção das Ordens Religiosas, no século passado, conduziu à incorporação dos arquivos dos conventos do distrito. Encontram ainda depositados documentos respeitantes ao Cabido da Sé, Mitra, Câmara Eclesiástica, Seminário de Viseu, Câmaras Municipais, Administração do Concelho, Direcção de Finanças, famílias e empresas.

Este vasto e valioso espólio documental, constituído mais de 370 mil documentos, ocupando cerca de cinco mil metros lineares de prateleira, é completado e enriquecido pelas colecções de pergaminhos, livros de música e livros de liturgia.

» Administração Central
» Administração Central Desconcentrada
» Administração Local
» Associações
» Comissariado para os Desalojados
» Diocesanos
» Empresas
» Famílias
» Judiciais
» Monásticos
» Música e Liturgia
» Notariais
» Paroquiais
» Pergaminhos
» Pessoas Colectivas e Utilidade Pública

 

Para efetuar pesquisas no repositório do ADVIS – DIGITARQ, recorra ao módulo “simples” ou “avançadas” e aceda ao catálogo.

 

Última Actualização: 15 de Julho de 2016