Saltar os Menus

Notícias

11 de Maio de 2020

Boletim do Cine Clube de Viseu

O Arquivo Distrital de Viseu destaca, como documento do mês, o Boletim do Cine Clube de Viseu (CCV) de maio de 1974, onde é possível ler uma nota referente à abolição da censura e um comunicado de apoio às “Forças Armadas e outras forças progressistas”. O documento integra o Fundo CCV.

Ler mais…

Entre 1955 e 1985 – datas da sua fundação e da inauguração de uma sede autónoma no Centro Histórico de Viseu, respetivamente – o Cine Clube de Viseu, foi tentando com muitas dificuldades, nem sempre ultrapassadas, manter uma actividade regular.

Como pólo que se queria agregador da cultura cinéfila da cidade e que despertava a curiosidade crescente da população, chegou a ser alvo de tentativas de ingerência e controlo partidário.

Apesar de se querer manter distante da esfera política em detrimento da defesa do papel da cultura, nomeadamente através da divulgação da sétima arte, não conseguiu alhear-se de momentos que mudaram o curso da História de Portugal, como o 25 de abril ou o ambiente pós-revolucionário que se vivia no país em 1975.

Prova da intenção de apoiar o movimento das Forças Armadas e servir o povo, não se deixando ultrapassar pela velocidade da súbita mudança dos tempos então vividos com o fim do Estado Novo, o boletim do CCV então publicado e agora destacado, divulga ciclos e sessões de cinema que apelavam ao início duma época que se queria de unidade no meio cineclubístico, de liberdade desmesurada e de apoio às classes trabalhadoras.

Em 1997, foi reconhecida ao CCV o estatuto de utilidade pública “pelo mérito cultural desenvolvido ao longo da sua história” em prol do cinema e da cultura da cidade.

Esta notícia foi publicada em 11 de Maio de 2020 e foi arquivada em: Documento em destaque.

Arquivo Distrital de Viseu